Dicas

AMORTECEDORES

Qual é a principal função do amortecedor?
Além de amortecer, junto com as molas, os impactos que a roda recebe, ele também evita que as rodas oscilem livremente, num movimento descontrolado.

Como um amortecedor envelhece?
Durante sua vida útil, um amortecedor é submetido a milhões de oscilações, com elevados esforços e atritos entre seus componentes móveis. Essas oscilações mecânicas geram fadiga nas molas e desgaste nos pistões, tubos de pressão e nos selos que mantêm o óleo do interior do amortecedor vedado. Com o desgaste, a vida útil do amortecedor é limitada, tornando-o “sem ação”. É nessa hora que ele deve ser substituído, garantindo a segurança e a própria vida do usuário do veículo.

Como saber a hora de trocar o amortecedor?
Quando você tiver a sensação de estar dirigindo em ruas esburacadas, chegou a hora de trocar os amortecedores. Isso acontece porque, quando um amortecedor esta gasto, suas molas se comprimem e se distendem quase livremente, causando essa sensação.

Qual é a durabilidade de um amortecedor?
A vida útil de um amortecedor depende muito do veículo e de suas condições de uso. Se trafegar em locais adequados e receber os devidos cuidados, um amortecedor pode durar mais de 30 mil quilômetros. Caso contrário, pode durar apenas 10 mil.

Um amortecedor recondicionado é confiável?
Para que um amortecedor envelhecido volte ás condições originais, seria necessário substituir quase todos os seus componentes. Infelizmente, na maioria das vezes, esse não é o procedimento adotado. O óleo do interior do amortecedor (desenvolvido exclusivamente para esse fim) é substituído por óleo de motor ou de cambio que, por ter sua viscosidade dá a impressão de que o amortecedor ficou mais “forte”. No, entanto com o aumento da temperatura, esse tipo de óleo vai perdendo a viscosidade, acarretando ao amortecedor recondionado uma perda de ação quase total após alguns minutos de uso.

 
 

 
Copyright © Pitinin Mecânica e Auto-Elétrico - Todos os direitos reservados. | by Fabian Ramos